segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Exposição de Palhaços

Os alunos da turma PC4E, cujos pais são uns verdadeiros artistas e que nunca deixam "ficar a coisa por menos",  apresentaram este conjunto de palhaços para alegrar o nosso hall de entrada.
 A ideia é  lembrar que o carnaval está aí. À ideia é ainda pôr a criatividade em ação e, tal como nos outros anos, partir da reciclagem e começar a criar as fatiotas para o desfile.









Desta vez houve votação secreta por parte dos professores e funcionárias e os felizes contemplados foram:
1º prémio: palhaço nº7 - Pedro Artur
2º prémio: palhaço nº 11 - Isabel Cristina
3º prémio: palhaço nº 1 - Beatriz Silva






quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Ser Diferente Não Faz mal

Na sequência da atividade realizada no âmbito do dia internacional da pessoal com deficiência, em que todas as turmas do 3º e 4º ano foram envolvidas em tarefas de sensibilização e alerta para esta problemática, estão agora expostos os trabalhos num dos  paineis da entrada da escola.
O grupo de professoras de educação especial organizou esta tarefa e aqui vos deixo apenas um exemplo dos trabalhos excelentes que os alunos elaboraram. 


Aprender a tratar todos como iguais
Olá, eu sou o Gil e vou contar porque devemos tratar todas as pessoas como iguais, apesar de algumas terem diferenças, como aprendi hoje na minha escola.
De manhã fui para a escola todo contente para ir ver os meus amigos e as minhas professoras. Tive aulas com a professora Margarida e como sempre às 10:30 fui para o intervalo. Quando voltei para a minha sala, apareceram duas professoras muito simpáticas que nos disseram que íamos ver dois vídeos sobre pessoas com deficiências mas que conseguem fazer coisas impressionantes.
Dirigimo-nos para a biblioteca para ver o filme. Era fantástico. Depois fizeram algumas perguntas e chegamos à conclusão que devíamos tratar as pessoas com deficiências como iguais.
De seguida fizemos algumas experiências para descobrir as dificuldades que essas pessoas têm: tapamos os olhos com uma venda para fingir que éramos cegos. Em seguida fomos para a nossa sala onde estavam umas caixas espalhadas e tínhamos de tentar encontrá-las. Abrimos a caixa e com o tato tentámos adivinhar o que se encontrava lá dentro. Havia copos de plástico, pentes, telefones, cremes para as mãos, escovas dos dentes… Tirámos a venda e verificamos os objetos. Foi muito divertido.
Depois fingimos que éramos surdos e tínhamos de tentar acertar o que as professoras diziam só vendo os lábios a mexer. Depois fizeram em linguagem gestual e tudo foi mais fácil. Nessa altura aprendi que quando falámos para algum surdo devemos olhar para ele pois assim consegue perceber o que dizemos.
Por fim atámos as mãos atrás das costas e tentámos abrir uma caixa para tirar o que tinha lá dentro sem utilizar os braços. Era um pouco complicado.
Foi uma manhã extraordinária e nunca a irei esquecer pois aprendi uma coisa muito importante! As pessoas com deficiências apesar de terem grandes limitações conseguem fazer coisas extraordinárias. Não devemos tratá-las mal!!...
João Gil Ferreira PC4C

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Bons leitores, excelentes desenhadores



Era uma vez uma casa branca nas dunas, voltada para o mar. Tinha uma porta, sete janelas e uma varanda de madeira pintada de verde. Em roda da casa havia um jardim de areia onde cresciam lírios brancos e uma planta que dava flores brancas, amarelas e roxas.
Nessa casa morava um rapazito que passava os dias a brincar na praia...

Sophia de Mello Breyner Andresen


Aqui deixamos um bocadinho desta história tão bonita para abrir o apetite a quem ainda não a leu.
E os alunos do PC4D, depois de a terem lido, fizeram estas bandas desenhadas maravilhosas.
Parabéns à Catarina, à Rita e à Diana Raquel.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

A Formiga e a Neve

Aqui podemos ler a peça de teatro  "A Formiga e a Neve" que os menino da Sala 1 do pré-escolar apresentaram  para as turmas do 1º ano.
 Foram uns verdadeiros artistas!




quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Cidadania


Cidadania – É a ligação de um indivíduo a um Estado com um conjunto de direitos e deveres.

Cidadão que paga
Impostos
Direitos
Adquiridos
Deveres
A cumprir
No seu país
Importantes  para
A boa convivência entre as pessoas

Civismo – São as atitudes e comportamentos dos cidadãos que contribuem para o bem estar de todas as pessoas.
Comportamentos
Importantes para a
Vida na sociedade
Impõem atenção
Sobre os outros que
Mostram
O que nós somos.

Trabalho elaborado pelos alunos de Educação Especial com ajuda das professoras Olinda e Susana

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Intervenção Comunitária



Os meninos do pré escolar receberam a visita do Presidente da “Olá Mouriz – Associação Cultural, Desportiva e Recreativa”  e de um dos treinadores da modalidade de Hóquei em Patins. Vieram apresentar os materiais usados para a prática desta modalidade, bem como fazer uma demonstração da utilização dos mesmos,  no  âmbito do projecto de  Intervenção Comunitária. Isto porque, na sequência de uma História de Inverno, observada pelas crianças e que tinha como tema a patinagem sobre o gelo,  houve necessidade de fazer a observação e registo das diferenças entre ambas as modalidades. Para além disso, temos também nas nossas salas alguns alunos que já são iniciados na patinagem e quiseram mostrar as suas habilidades.
Parabéns a todos e agradecemos à “Olá Mouriz “ a disponibilidade para colaborar connosco.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Dia de Reis - Cantar as Janeiras


Hoje é dia de Reis
Por toda a escola vou cantar.
O nascimento de Jesus
é para celebrar.

Da Europa veio Gaspar
De África Melchior
Da Ásia Baltazar
Todos em seu redor.

Dia 6 de janeiro
É um dia para festejar
estamos todos com coroas
todos prontos a cantar!

Vamos cantar as Janeiras
De porta em porta vou bater,
cantar com alegria
e ofertas receber.

Cantar as Janeiras
é o que neste dia se faz
neste ano também se espera
amor, carinho e paz!
                                              

    PC4C


terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Começou 2012

Passei as festas de ano novo em casa dos meus avós, em Vila Real. Fiz a contagem decrescente com 12 passas na mão, pedi um desejo, mas não as comi, porque  não gosto. Depois brindamos e desejamos  bom ano de 2012 a toda a gente.
Nessa noite só fui dormir às duas da manhã.
No ano de 2012 queria ter satisfaz plenamente nas fichas de avaliação, mas também gostava de ter mais tempo para brincar. Eu adoro brincar!

Texto da João Pedro
Ilustração da Maria Machado
 PC1C